KOICA oferece 50 mil dólares a SEPC para aquisição de EPI

by -41 views

Díli – A Agência de Cooperação Internacional da Coreia (KOICA, em inglês) ofereceu 50 mil dólares à Secretaria de Estado da Proteção Civil (SEPC) para a prevenção da covid-19 em Timor-Leste, no âmbito de um acordo assinado pelas duas instituições.

O Secretário de Estado da Proteção Civil, Alexandrino de Araújo, considera que este apoio representa mais um passo na cooperação entre o Governo timorense e a KOICA.

“Os 50 mil dólares destinam-se à prevenção da covid-19, sobretudo à aquisição de equipamentos [de proteção individual (EPI)], que será levada a cabo pela Cruz Vermelha de Timor-Leste (CVTL), através de um acordo entre a SEPC e esta organização”, referiu o governante, aquando da sua intervenção, após a cerimónia de assinatura do acordo de cooperação com a KOICA, na passada terça-feira (26/05), em Caicoli.

O governante agradece ainda ao Governo sul-coreano o apoio concedido e o sentimento de solidariedade para com o povo timorense.

“A SEPC vai só receber EPI no valor de 50 mil dólares, oferecidos pelos nossos grandes amigos da KOICA”, disse.

Farão parte destes EPI, entre outros materiais, máscaras e gel desinfetante.

O SEPC recordou a crise provocada pela covid-19 no mundo, nomeadamente em Timor-Leste.

“Timor-Leste está já livre da covid-19 e não regista nenhuma morte. Estamos hoje com zero casos ativos. Mas devemos antecipar o futuro, pois corremos riscos com o nosso país vizinho, a Indonésia, onde se registam ainda muitos casos”, afirmou.

Alexandrino insistiu, como tal, na ideia de antecipação por parte do Executivo timorense, pois esta doença é “invisível” e não conhece “velhos ou jovens, ricos ou pobres”.

Já o Diretor Residente da KOICA, Sikhyon Kim, lembrou que Timor-Leste tem, nos últimos anos, vivido numa crise e esta agência valoriza a solidariedade humana.

“Para vencer o inimigo invisível, devemos cooperar”, afirmou.

O diretor lembrou ainda que Timor-Leste passou já por um primeiro teste também enfrentado por vários países.

“Finalmente, Timor-Leste está livre da covid-19, mas ainda não temos certezas sobre a situação atual”, referiu.

A Presidente da CVTL, Madalena Hanjam, agradeceu, por sua vez, os apoios concedidos por vários parceiros internacionais para a prevenção da covid-19.

“Agradecemos aos nossos parceiros. Se aguardarmos apenas o nosso Governo, poderá demorar mais de seis meses para que o orçamento seja executado. A CVTL pode contactar com os países próximos para nos ajudarem”, disse.

Segundo a presidente, a CVTL comunicará com a Indonésia para importar os EPI, que serão adquiridos por terra, caso não seja possível por via aérea.

“Vamos fazer a aquisição destes EPI. A Indonésia quer ainda oferecer de forma gratuita alguns dos EPI ao nosso Governo. Pretendemos também comprar diretamente estes materiais em fábricas”, disse. (res)