Japão apoia quatro ONG locais com mais de 363 mil dólares

by -87 views

Díli – O Governo do Japão concedeu apoio financeiro a quatro Organizações Não-Governamentais (ONG) locais no valor de 363.396 mil dólares americanos, provenientes do fundo de Assistência de Segurança Humanitária para a construção de novos estabelecimentos de ensino nos municípios de Covalima, Lautém, Liquiçá e Manatuto.

“Estou feliz por ter participado na cerimónia de celebração do contrato para a construção das escolas nos quatro municípios. Já lá vão 20 anos de cooperação entre Japão e Timor-Leste”, afirmou o Embaixador em exercício, Higashimoto Shingo, no seu discurso da cerimónia, na Praia dos Coqueiros.

O diplomata referiu ainda que o programa tem como objetivo primordial contribuir para a melhoria da qualidade de ensino e das infraestruturas em Timor-Leste, lembrando que já foram implementados ao todo 119 projetos nos 13 municípios, incluindo na Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA).

O diplomata salientou anda que os municípios em causa receberão cada um cerca de 91 mil dólares.

Higashimoto Shingo aproveitou, na ocasião, para agradecer às ONG locais, nomeadamente à Associação dos Jovens para o Desenvolvimento Rural (AFDR, em tétum), Centro de Formação Profissional, Fundamor e o Centro de Formação Profissional da Juventude, o seu contributo para a melhoria das infraestruturas escolares.

Segundo o embaixador, enquanto a AFDR pretende construir uma escola do primeiro ciclo, no suco de Lisadila, município de Liquiçá, o Centro de Formação Profissional construirá um dormitório e salas de aula no município de Covalima. Já a associação Fundamor criará um estabelecimento de ensino no suco de Daudere, município de Lautém, enquanto o Centro de Formação Profissional da Juventude se prontificou a construir uma escola do primeiro ciclo de raiz, no suco de Orlalan, em Manatuto.

O diplomata interino mostrou-se esperançado de que a implementação do projeto alcance sucesso, garantindo a melhoria da qualidade de vida da população e o desenvolvimento de Timor-Leste.

Também o Diretor-Geral da Política, Planeamento e Parcerias do Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD), Antonino Pires, agradeceu, em nome do Governo timorense e em particular do MEJD, ao seu homólogo nipónico todo o apoio concedido nestes últimos anos.

“Esperamos que as quatro organizações vencedoras possam implementar o projeto de forma adequada para garantir o sucesso da obra”, afirmou.

Também o Vice-Ministro da Administração Estatal, Abílio José Caetano, agradeceu ao Governo nipónico o apoio no desenvolvimento de setores prioritários do país.

“O Governo japonês tem-nos apoiado para que o país se possa desenvolver, nomeadamente em setores chave. O programa a ser implementado focar-se-á em concreto nos problemas que afetam a nossa população. Como pudemos ver nas apresentações de hoje, o apoio por parte do Japão recai sobre as áreas da educação, saúde e infraestruturas do país”, concluiu.

De acordo com o responsável, Timor-Leste dispõe atualmente de mais de 1.800 estabelecimentos de ensino. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.