IQTL deteta infraestruturas sem qualidade para assegurar conservação de produtos

by -205 views
Foto Especial

DÍLI (Timor Post) – O Instituto de Qualidade de Timor-Leste (IQTL.IP) do Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) detetou, no âmbito de uma operação de fiscalização, várias infraestruturas básicas sem a qualidade para assegurar a conservação dos seus produtos exportados.

O responsável do IQTL, Rosito de Sousa Monteiro, informou que a falta de qualidade das infraestruturas em causa tem dificultado o trabalho de várias instituições, como sejam a dos ministérios da Saúde (MS) e da Agricultura e Pescas (MAP), além da Autoridade de Inspeção e Fiscalização da Atividade Económica, Sanitária e Alimentar (AIFAESA) e do IQTL.

“Foram detetadas algumas anomalias no que toca aos locais de conservação dos produtos exportados em diversas infraestruturas, revelando a falta de qualidade”, disse Rosito Monteiro aos jornalistas, na passada sexta-feira (15/10), no Hotel Timor.

Segundo o dirigente, o IQTL levou a cabo ações de sensibilização junto das linhas ministeriais sobre a necessidade de garantir o stock dos produtos armazenados com total segurança.

“Começamos com o projeto que visa reforçar o sistema de conservação dos produtos a serem importados para fora”, salientou.

Para Rosito Monteiro, o país não está dotado de laboratórios sofisticados que ajudem a proceder à análise fidedigna dos produtos.

“Muitas das empresas são forçadas a levarem as amostras dos produtos para a Austrália e a Indonésia a fim de serem testados em laboratórios com selo de qualidade. As mesmas empresas aguardam depois pelo envio dos respetivos resultados”, adiantou.

O responsável destacou ainda a importância de as empresas exportadoras efetuarem os testes aos produtos em laboratório antes mesmo de os importar.

“Apesar de o IQTL ter identificado alguns produtos locais de qualidade, como o do café, ainda não foi sujeito a nenhum teste em laboratório”, concluiu. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.