Governo vai nomear novo administrador do Município de Ataúro em janeiro

by -456 views
Imajen ne'e hatudu reuniaun Konsellu Ministru. Foto GPM

DÍLI (Timor Post)—O Ministro da Administração Estatal, Miguel Pereira de Carvalho, disse que o Governo vai nomear ainda neste mês o primeiro administrador do novo Município de Ataúro.

“Ao longo deste mês, o Conselho de Ministros irá nomear o novo Administrador do Município de Ataúro. Este é o primeiro ato administrativo por parte do Governo”, afirmou o ministro aos jornalistas, na quarta-feira (29/12), no Palácio do Governo.

Miguel Pereira de Carvalho sublinhou ainda que, enquanto município, Ataúro tem competência para levar por diante a execução do orçamento anual à semelhança do que acontece nos restantes  municípios.

Segundo o governante, o recém-administrador procederá à nomeação, quer do Secretário do Município de Ataúro quer dos diretores dos serviços municipais.

“No próximo ano (este ano 2022), Ataúro deverá implementar o plano de atividades já traçado bem como o plano orçamental que o Parlamento Nacional aprovou. O Município de Ataúro vai gerar uma verba substancial que ronda os 2,5 milhões de dólares, valor que difere dos outros municípios”, referiu Miguel de Carvalho.

Segundo o ministro, a Administração do Município de Ataúro pretnde colaborar com o Conselho de Administração do Fundo Especial do Desenvolvimento de Ataúro para executar o orçamento que ascende aos 13 milhões de dólares americanos destinado ao desenvolvimento sócioeconómico do município.

“Quanto  ao novo edifício da Administração do Município de Ataúro, os técnicos já concluíram o desenho e o Conselho da Administração Especial do Fundo Infraestrutura de Ataúro vai aprovar o modelo de estrutura que enviará à Comissão Nacional de Aprovisionamento para então proceder à abertura do concurso”, finalizou.

Ao consumar-se a transformação de Ataúro em município, Timor-Leste totaliza agora 13 municípios e uma região especial. Os municípios são – Aileu, Ainaro, Ataúro, Baucau, Bobonaro, Covalima, Díli, Ermera, Lautem, Liquiçá, Manatuto, Manufahi, Viqueque, além da Região Administrativa Especial de Oe-Cússe-Ambeno (RAEOA). (jmy)

No More Posts Available.

No more pages to load.