Governo sem planos para promover agricultura entre população

by -46 views

Díli – A Organização Não Governamental (ONG) Luta Hamutuk mantém-se preocupada com a política de desenvolvimento do Executivo por falta de um plano adequado que permita promover o setor agrícola entre a população.

O Diretor-Executivo da Luta Hamutuk, José Alves, lembrou que, apesar de o Governo ter delineado o Plano Estratégico para o Desenvolvimento de 2011-2030 de modo a que os ministérios do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) e da Agricultura e Pescas (MAP) promovessem a agricultura entre a população, não foi alcançada esta meta.

“Cada Governo vem com a sua própria política e o seu próprio plano, mas, depois, deixa tudo para trás. Dá mais prioridade a outros assuntos. Dizia que promovia a agricultura entre a população. Contudo, onde é que há provas disso? Até ao momento, muitos agricultores estão abandonados”, questionou José Alves ao Timor Post, no passado sábado, no local de trabalho.

Respondendo às preocupações da ONG, Domingos Guterres, o Diretor Nacional do MTCI, disse que o ministério está atualmente a analisar os planos de modo a que possa implementá-los. Advertiu, contudo, que não podem ser brevemente realizados devido aos entraves que o país tem vivido nos últimos três anos.

“Estamos a efetuar uma análise para a implementação do programa. Pretendemos educar o povo a ser um bom agricultor, mas não foi possível por causa dos duodécimos. Além disso, as crises política e sanitária afetam o país”, referiu, sublinhando ainda a necessidade da coordenação entre o MTCI e as entidades relevantes, sobretudo o MAP, para o alcance das metas.

O responsável disse ainda compreender as preocupações da sociedade civil, visto que muitos agricultores não conseguem vender os seus produtos no mercado.

“Às vezes, os legumes à venda nas ruas são desperdiçados. Os vendedores chegam a casa e deitam-nos ao lixo. Este foi o problema apresentado pela população durante a nossa fiscalização no terreno”, lembrou, garantindo, de igual modo, que promoverá os produtos locais, caso o OGE de 2021 seja aprovado. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.