Governo recorre a programa ‘O Povo planta, o Governo compra’ para atribuição de Cesta Básica

by -44 views

DÍLI- O Executivo recorrerá ao programa “O Povo Planta, o Governo Compra” para a atribuição da Cesta Básica à população no próximo mês.

“Aproveitamos o programa ‘O Povo Planta, o Governo Compra’, porque vivemos em duodécimos e nos debatemos com a covid-19 e cheias. Para a Cesta Básica não será apenas comprado arroz, mas também feijão, feijão-mungo, amendoim, milho e arroz local”, disse o Ministro da Agricultura e Pescas (MAP), Pedro dos Reis, esta terça-feira (20/10), no debate do Plano de Recuperação Económica, no Parlamento Nacional.

O governante garante que os alimentos locais chegarão à população, ainda que as quantidades possam sofrer reduções. Pede, por isso, que seja dado tempo ao Governo para efetuar o seu trabalho.

Segundo Pedro dos Reis, os alimentos da Cesta Básica serão adquiridos no mercado local.

Já o Ministro Coordenador dos Assuntos Económicos (MCAE), Joaquim Amaral, recordou que, de acordo com o Plano de Recuperação Económica, a Cesta Básica pode ser entregue em géneros alimentícios ou através de um vale a ser gasto nos supermercados.

“Colocaremos os produtos da Cesta Básica num cesto tradicional (bote) e depois serão distribuídos pela comunidade”, acrescentou.

Joaquim Amaral afirmou ainda que o MCAE realizará uma discussão com o MAP, Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI), Ministério da Solidariedade Social e Inclusão (MSSI), Secretaria de Estado de Cooperativas (SECoop) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente, que são também responsáveis por este apoio.

“Podemos dizer que estas medidas em discussão estão na fase final. Penso que, antes de novembro, efetuaremos o lançamento piloto em Metinaro e Liquiçá para ver a capacidade dos executores”, adiantou. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.