Governo quer que casas sagradas sejam reconhecidas como património mundial

by -86 views
Foto Especial

DÍLI (Timor Post) – A Secretaria de Estado da Arte e Cultura (SEAC) quer incluir as casas sagradas na lista do património mundial, pelo que deverá apresentar um pedido junto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO, em inglês).

“Vamos registar as nossas casas sagradas para que sejam declaradas como património cultural. São uns dos símbolos da identidade nacional”, disse o Secretário de Estado da Arte e Cultura, Teófilo Caldas, ao Timor Post, esta quarta-feira (15/12), no Parlamento Nacional, à margem do debate do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2022.

Para tal, A SEAC vai criar um comité para efetuar o levantamento de dados em todos os municípios. A iniciativa está prevista para  o ano de 2023.

Recorde-se que a UNESCO reconheceu oficialmente, a 14 de dezembro deste ano, o tais como património Imaterial da Humanidade. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.