Governo criará centro de jogos comunitários em Díli

by -60 views

DÍLI- Domingos da Costa Guterres, o Inspetor-Geral de Jogos do Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI), revelou que o Governo pretende construir, em 2021, em Díli, um centro de jogos comunitários.

Domingos da Costa proferiu estas declarações, no âmbito do seu encontro com os líderes comunitários para falarem sobre os jogos ilegais que atualmente ocorrem no seio da comunidade, perturbando-a.

“Temos de criar um centro de jogos comunitários como resposta à preocupação demonstrada pela população. A medida visa garantir o controlo destas atividades”, disse Domingos, na passada sexta-feira (27/11), aos jornalistas, à margem do encontro no Centro de Convenções de Díli (CCD).

Segundo o inspetor-geral, só a criação de um centro num local apropriado permitirá uma melhor circulação de dinheiro sem quaisquer subterfúgios.

“O MTCI encetará contactos com as várias autoridades comunitárias quanto ao local eleito para a construção deste centro. O importante é que não seja edificado nas proximidades de estabelecimentos de ensino, igrejas ou hospitais para se manter a tranquilidade pública”, frisou.

Domingos da Costa afirmou, por outro lado, que o projeto de construção de um centro constitui um projeto piloto e servirá também de modelo para os restantes centros que serão criados nos demais municípios.

“Estes jogos existem já desde 2009. Desde então, arrecadámos por volta de 23 milhões de dólares americanos para os cofres do Estado. Quanto ao futuro centro, será dotado de um sistema de segurança e controlo muito eficiente. Deste modo, poderemos incentivar as pessoas com mais recursos financeiros a participarem nos nossos jogos e Timor-Leste poderá dispor de centros de jogos muito semelhantes aos de Singapura, Malásia, Macau ou mesmo aos de Hong Kong”, referiu.

De acordo com o inspetor-geral, existem um leque variado de jogos em Timor-Leste, tais como a lotaria, slot machines, totobola e raspadinhas.

Questionado sobre a ilegalidade de alguns destes jogos, o responsável sugeriu a todos os operadores que se registassem de forma a preencher os requisitos previstos na lei.

“Peço aos operadores dos jogos ilegais que ponham fim a tais hábitos ilícitos e se registem de imediato conforme está previsto na lei”, concluiu. (Mj2)

No More Posts Available.

No more pages to load.