Governo aplicará medidas coercivas a famílias que receberam indevidamente subsídio

by -59 views

Díli – As famílias com elementos com salários superiores a 500 dólares e aqueles que receberam mais do que uma vez o subsídio de 200 dólares serão alvo de medidas coercivas, disse na segunda-feira (07/09) o Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães.

“Quero lembrar o público, principalmente aos que recebem 500 dólares mensais, que têm ainda tempo para devolver o montante ao Ministério da Solidariedade Social e Inclusão (MSSI)”, afirmou o governante aos jornalistas, no Palácio do Governo, recordando que o pedido já foi feito também pelo Primeiro-Ministro, Comissário Anti-Corrupção, Provedora dos Direitos Humanos e Justiça e Inspetor-Geral do Estado, no Parlamento Nacional.

“Em nome do Governo, peço aos cidadãos que receberam os subsídios duas vezes que devolvam os 200 dólares ao MSSI para que não fiquem sujeitos a medidas coercivas, visto que estão a tirar vantagem do apoio atribuído pelo Executivo, retirando, assim, oportunidades a outros”, acrescentou.

O governante lembrou, por fim, que o objetivo do apoio concedido pelo Governo foi responder, entre os meses de abril e maio, às necessidades das famílias mais carenciadas no período do estado de emergência provocado pela crise pandémica do novo coronavírus. (jmy)

No More Posts Available.

No more pages to load.