Governo analisa medidas de recuperação económica

by -28 views

DÍLI- O Governo reuniu-se, esta segunda-feira (03/08), em Conselho de Ministros (CM), para analisar preliminarmente as medidas propostas pela Comissão para a Elaboração do Plano de Recuperação Económica.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, afirmou que este encontro pretendia preparar as jornadas do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2021, que se realizam hoje.

“Todos os membros do Governo se reuniram aqui para ouvir as recomendações preliminares da Comissão para a Elaboração do Plano de Recuperação Económica, mas o relatório final ainda não foi entregue aos membros do Executivo para que o possam analisar, discutir amanhã [esta terça-feira (04/08)] e preparar as jornadas orçamentais para 2021”, disse o governante, à margem do Terceiro Retiro do VIII Governo, em Aitarak Laran, Díli.

De acordo com o comunicado do Governo a que o Timor Post teve acesso, esta segunda-feira (03/08), o Presidente da Comissão, Rui Gomes, fez uma apresentação preliminar ao Governo “do diagnóstico realizado à situação nacional e das medidas de médio e longo prazo para se minimizarem os impactos da covid-19 e lançarem as bases para, numa primeira fase, se fomentar a recuperação económica e, na segunda, favorecer o crescimento económico”.

“Durante a apresentação, Rui Gomes, sublinhou que as pessoas são o centro do Plano de Recuperação Económica, e, por isso, pretende-se colocar as pessoas no processo de desenvolvimento. O Plano irá incluir indicadores e metas definidas com o objetivo de facilitar a implementação e a monitorização da aplicação das medidas”, acrescenta o comunicado.

O responsável da Comissão para a Elaboração do Plano de Recuperação Económica apresentou também ao elenco governativo os dados relativos à conjuntura internacional, o contexto de Timor-Leste e o impacto do novo coronavírus a nível nacional.

Rui Gomes apresentou ainda um pacote de medidas em Conselho de Ministros para recuperar a economia, depois da crise provocada pela covid-19, medidas estas que visam também resolver questões estruturais.

De acordo com o documento, pretende-se um enfoque no investimento nos recursos humanos, no apoio às empresas nacionais, no emprego e no fomento da produção nacional.

O Plano de Recuperação Económica apresenta mais de 60 medidas, que se dividem pelos setores prioritários de intervenção – agricultura, turismo, habitação, capital humano, de que fazem parte a educação, saúde e proteção social, e reforma institucional.

“O caminho faz-se caminhando para melhorar o bem-estar da população”, cita o documento. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.