FRETILIN pede a setor privado que não cometa irregularidades

by -26 views

Díli – O setor privado deve ter mais cuidado para não cometer irregularidades, visto que a Lei das Medidas Preventivas e Combate à Corrupção já foi promulgada, no passado dia 24, pelo Presidente da República, Francisco Guterres ‘Lú Olo’, pede o deputado da bancada da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (FRETILIN) Joaquim dos Santos.

Segundo o Presidente da Comissão A, que trata dos Assuntos Constitucionais e Justiça, a entrada em vigor desta lei garante uma transparência nas transferências públicas por parte dos órgãos competentes, tanto para o setor privado como para o público.

“O tecido empresarial deve ter mais cuidado nas suas decisões, nomeadamente nos projetos infraestruturais. A lei controla-nos de modo a que não cometamos erros”, afirmou o deputado da FRETILIN aos jornalistas, na passada terça-feira (08/09), no Parlamento Nacional.

Joaquim dos Santos salientou ainda a importância de se conhecer a lei para se assegurar, assim, uma boa governação.

“É preciso que as pessoas tenham coragem para assumirem o seu comportamento na vida política, função pública e gestão orçamental do Estado. Isso tudo exige um conhecimento técnico, antes de se assumir um cargo”, sugeriu.

O deputado sublinhou, por fim, que o objetivo principal da lei é proteger os direitos de todos aqueles que depositaram a sua confiança no Governo.

“Têm de gozar aquilo que é o seu suor. Não podem gozar o que é de outras pessoas. Caso contrário, deverão responder em tribunal”, concluiu. (jry)