FONGTIL repudia comportamento dos deputados no Parlamento Nacional

by -38 views

Díli- O Fórum das Organizações Não-Governamentais em Timor-Leste (FONGTIL) repudia o “comportamento irresponsável” por parte dos deputados durante as sessões plenárias que tiveram lugar nos últimos dois dias no Parlamento Nacional.

O Diretor-Executivo do FONGTIL, Daniel do Carmo, disse lamentar profundamente a atitude dos deputados, com cenas de gritaria, empurrões e de tentativas de agressão física, ao ponto de a própria mesa do Presidente do Parlamento ter sido virada ao contrário.

“Lamentamos muito o que se passou no Parlamento nestes últimos dois dias. Foi muito pouco educativo o que se viu no plenário, com gritos, empurrões. Quase chegou a haver agressões físicas entre deputados de diferentes forças partidárias. A atitude demonstrada não representa a cultura de Timor-Leste”, afirmou em declarações aos jornalistas, na terça-feira (19/05), no local de trabalho, em Caicoli.

O dirigente considera ainda que houve da parte de todos os deputados uma falta de sensibilidade para com os problemas sociais que o país atravessa atualmente.

“Os deputados no Parlamento Nacional demonstraram não ter coração, ignorando o sofrimento por que passa o povo em pleno estado de emergência. Agiram em prol dos interesses dos partidos, sem se darem conta dos atos vergonhosos que foram vistos por todos. Deram uma má imagem do país”, afirmou.

Daniel do Carmo insistiu que os atos ocorridos no Parlamento indignam toda a população, que vive momentos particularmente difíceis, motivados pela crise sanitária e pelo impasse político que dura desde 2017.

“Consideramos imoral a atitude dos deputados que representam o povo no Parlamento Nacional. Preocuparam-se apenas em ficar na cadeira do poder, sem mostrarem qualquer interesse em resolver os problemas que afetam as populações, muitas delas já a passar fome”, concluiu. (azu)

No More Posts Available.

No more pages to load.