Fidélis garante que assistência chegará a vítimas de inundações

by -96 views

Díli – O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, disse que o Governo está a envidar todos os esforços para fazer chegar a todas as pessoas afetadas pelas cheias, ocorridas no passado dia 4 de abril, bens alimentares e medicamentos.

“O povo está a debater-se com uma situação extremamente difícil, sobretudo as famílias mais vulneráveis que vivem dos rendimentos diários. O Executivo está, por isso, a esforçar-se para dar assistência a todas as vítimas das cheias”, assegurou Fidélis, após a reunião extraordinária do Conselho de Ministros, esta segunda-feira (29/03), no Palácio do Governo.

O Governo autorizou, como tal, a abertura de todos os mercados, pedindo, no entanto, que fossem mantidas as medidas de prevenção da covid-19 impostas pelo estado de emergência para evitar que o país agrave a situação sanitária provocada pelo novo coronavírus.

O ministro sublinhou também que, apesar de a população insistir em circular livremente para fazer face às suas necessidades básicas, “o bem-estar do povo é a prioridade do Governo”.

“Todos estão preocupados com a economia do país. Então, querem que seja permitida uma maior mobilidade. Contudo, o bem-estar do povo é a nossa prioridade. Se deixarmos que todos os habitantes circulem livremente, o vírus espalhar-se-á e provocará mortes. Se assim for, a economia irá paralisar, entrando numa situação de pânico sem precedentes e ninguém vai querer sair de casa”, afirmou.

Defendeu, como tal, que o Executivo mantenha as regras sanitárias para evitar o agravamento da situação epidemiológica devido à covid-19, ainda que Timor-Leste tenha, no ano anterior, conseguido lidar com a crise sanitária.

Fidélis pede ainda a cooperação de todos os cidadãos para que o país possa regressar à normalidade, depois da administração da vacina contra a covid-19 a toda a população. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.