FDCH possibilita a 129 bolseiros estagiarem em instituições públicas

by -128 views
Logo FDCH

Díli (Timor Post) – O Fundo de Desenvolvimento do Capital Humano (FDCH) assinou, no âmbito do programa de estágio profissional, contratos com 129 bolseiros que concluíram os seus estudos universitários no estrangeiro para frequentarem estágios profissionais durante seis meses em diversas instituições públicas.

O Diretor do FDCH, Hermenegildo da Silva, revelou que dos 129 bolseiros, 78 assinaram um contrato de trabalho com instituições previamente selecionadas, 30 terminaram os seus contratos de estágio com o FDCH, enquanto os restantes continuam a frequentar estágios nas instituições selecionadas.

“A maioria dos bolseiros que assinou contrato de estágio com o fundo revelam ainda falta de experiência por serem todos desempregados. Para contornar este cenário, criamos este programa com o objetivo de auxiliar os estudantes na aquisição de novas competências, dando-lhes, desta forma, a oportunidade de trabalho nas instituições estatais”, disse ao Timor Post, Hermenegildo da Silva, na segunda-feira (06/09), no seu local de trabalho, em Colmera, Díli.

Segundo Hermenegildo da Silva, o fundo atribuiu bolsas a 5.427 funcionários e estudantes, sendo que 4.130 são graduados, 1.039 estão prestes a finalizar os seus estudos, 256 não chegaram a concluir os seus estudos e dois acabaram por falecer.

“Ao concluírem os seus cursos, os funcionários regressam ao seu posto de trabalho. Quanto aos estudantes, após regressarem ao país têm sentido imensas dificuldades em arranjar emprego”, afirmou.

O diretor acrescentou, por fim, que a atribuição de bolsas por parte do FDCH incidem em cinco áreas distintas, como o direito, educação, engenharia, economia, segurança e defesa. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.