Faustino da Costa reconhece “brutalidade” na atuação de agentes da PNTL

by -58 views

Díli – O Comandante-Geral da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL), o Comissário Faustino da Costa, disse reconhecer que alguns dosseus elementos continuam a praticar “atos de brutalidade” contra a população, dando como exemplo a agressão ocorrida recentemente em Viqueque.

Em face deste cenário, o comissário deu a garantia de que o comando mantém as diligências no sentido de identificar os elementos que agiram de forma inapropriada para serem sujeitos a um processo disciplinar.

“Não existe nenhuma lei nem doutrina da PNTL que preveja a prática destes atos ilícitos”, afirmou Faustino da Costa, na quinta-feira (10/12), aos jornalistas, após o encontro com os comandantes dos municípios, que decorreu no Centro de Formação da Polícia (CFP), em Comoro.

O porta-voz da PNTL, o Superintendente Chefe Arnaldo de Araújo, lembrou, por seu turno, que o Comando do Município de Viquequetinha efetuado a detençãode um suspeito por ter alegadamente incendiado várias ‘cestas básicas’.

O caso remonta a 28 de novembro deste ano, na sequência da distribuição de produtos de bens de primeira necessidade à população de Lacluta, em Viqueque, no âmbito do programa Cesta Básica.

Segundo Arnaldo de Araújo, o incidente deveu-se ao facto de o suspeitoter manifestado o seu desacordo em relação ao custo total dos alimentos que constam da ‘cesta básica’, dizendo que não correspondia ao montante fixado pelo Governo. (flo)

No More Posts Available.

No more pages to load.