Exportação de café de Timor caiu este ano

by -25 views
2012 Timor-Leste. Since December 2009, Mercy Corps Timor-Leste has been implementing its 42-month Sustainable Crop Production, Utilisation, and Resource Management through Capacity Enhancement (SECURE) program in Ainaro and Manufahi Districts. SECURE is funded by the European Commission (EC) and aims to address systemic and widespread poverty and food insecurity in Timor-Leste.

DÍLI- O Diretor-Geral da Cooperativa de Café de Timor (CCT), Xisto Ximenes Piedade, disse que este ano, devido às alterações climáticas que se fazem sentir no país, a exportação de café timorense caiu para as 13 mil toneladas.

“A época da seca foi longa, mas, ainda assim, conseguimos exportar 13 mil toneladas”, afirmou Xisto Piedade aos jornalistas, após o encontro com o Primeiro-Ministro, esta segunda-feira (17/08), no Palácio do Governo.

O Timor Post apurou que, desde 2016, foram exportadas anualmente entre 14 mil e 16 mil toneladas de café, sendo que este produto se constitui como a maior exportação não petrolífera do país. Dependem do café cerca de 37,5% das famílias timorenses.

O dirigente recordou também o Chefe do Governo de que a cooperativa não compra só café, mas também cravo-da-índia, pimenta e baunilha, num total de 11 toneladas, sendo exportadas duas toneladas para o estrangeiro.

Além da queda na exportação, também os preços do café e da baunilha caíram.
“Relativamente aos preços, comprámos o café entre 32 e 38 centavos [o quilograma] e a baunilha a 20 dólares por quilograma na classe A e 15 dólares na classe B. No ano passado, a baunilha custava 50 dólares na classe A e 45 dólares na B. Não podemos, porém, pensar apenas em manter os preços. O importante é aumentar a produção”, referiu.

O diretor recomendou também aos agricultores que aumentassem o cultivo de café, mas reconheceu que a CCT não disponibiliza, contudo, plantas de café para a renovação das plantações.

Xisto Piedade acrescentou que a CCT também produz por ano, no Posto Administrativo de Railaco, em Ermera, cerca de mil toneladas de adubo orgânico, que é fornecido aos agricultores para vegetais, café ou outras culturas. (kyt)