Estado precisa de garantir stock de alimentos durante crise sanitária

by -52 views

DÍLI – O Diretor de Luta Hamutuk José Alves disse que Timor-Leste precisa de garantir o stock de vários bens  de primeira necessidade  durante o período pandémico provocado pela covid-19, em particular agora que Díli vive sob uma cerca sanitária.

“O Governo precisa de reforçar a ajuda à comunidade para não ficar privado dos bens de primeira necessidade. Outras entidades, como a Autoridade Inspeção e Fiscalização da Atividade Económica, Sanitária e Alimentar (AIFAESA), assumem igualmente um papel importante nesta fase tão difícil”, afirmou José Alves, em declarações ao Timor Post, esta sexta-feira (12/03), no seu local de trabalho.

“O Governo deverá assegurar o stock de arroz, considerado um alimento base em Timor-Leste, em armazéns privados para então ser distribuído à população mais carenciada”, defendeu.

O dirigente acrescentou que, caso o Governo queira apoiar a população que vive em situação de maior precariedade, deverá colaborar com as autoridades locais por forma a evitar um eventual défice de alimentos. (ven)

No More Posts Available.

No more pages to load.