Equipa da linha de frente e grupos de risco serão os primeiros a ser vacinados contra covid-19

by -12 views

Díli – A equipa da linha de frente contra a covid-19 e os grupos de risco serão os primeiros a ser vacinados, revelou a Ministra da Saúde, Odete Belo.

“Os profissionais de saúde que trabalham diretamente com os pacientes infetados com a covid-19, os agentes de segurança e defesa, os professores e as pessoas mais vulneráveis, sobretudo os diabéticos e tuberculosos, serão os primeiros a ser vacinados”, avançou Odete aos jornalistas, após a reunião do Conselho de Ministros, na quarta-feira (06/01), no Palácio do Governo.

Segundo a ministra, os assuntos relacionados com a aquisição da vacina em causa estão a ser tratados a nível ministerial, sendo depois, nesta semana, apresentados em Conselho de Ministros para discussão.

“O Ministério da Saúde apresentará, nesta sexta-feira [08/01], em Conselho de Ministros, as questões ligadas à vacina contra o novo coronavírus”, afirmou.

Questionada sobre a quantidade de vacinas e o valor total da verba para a sua aquisição, a ministra disse desconhecer ainda o assunto.

“Existem dois ou três tipos de vacina, mas vamos adquirir a que é considerada mais adequada para as condições do nosso país, principalmente o clima e equipamentos hospitalares, como frigorífico, para a guardar, uma vez que existem algumas delas que devem ser guardadas numa temperatura entre dois e oito graus”, afirmou.

De acordo com Odete, o Ministério da Saúde criará uma equipa de trabalho, envolvendo-se vários ministérios, para que seja levada a efeito a vacinação.

A ministra revelou, porém, que o orçamento para a aquisição da vacina ainda não está previsto.

“O orçamento ainda não está alocado, mas vamos contar com o apoio do executivo australiano. Temos de prever um montante de 80% do orçamento, enquanto os 20% vêm do apoio de outros países”, concluiu. (res)