Elizário Ferreira realça contributo das mulheres na liderança das cooperativas

by -82 views
Foto: Jornal Bisnis Timor

DÍLI – O Secretário de Estado de Cooperativas, Elizário Ferreira, disse que, segundo os dados estatísticos das oito cooperativas lideradas por mulheres, quatro apresentam resultados satisfatórios, superando os dos homens em matéria de gestão, negócio e desenvolvimento.

“Neste momento, existem oito cooperativas lideradas por mulheres. Elas apresentam bons resultados ao nível de gestão, negócio e desenvolvimento. Dessas oito, quatro registaram os melhores resultados, são elas a HIKHMOR, LANAMONA, BUILALE e FETO HAKSOLOK”, afirmou Elizário Ferreira, na quarta-feira (03/03), no Bairro Pité.

“Normalmente todas as atividades das cooperativas estão ligadas a linhas de crédito bem como à promoção de formação junto dos elementos cooperativos que acederam ao crédito para levarem a cabo os seus negócios”, acrescentou.

Segundo o governante, a maioria das cooperativas lideradas por mulheres realiza atividades artesanais. Quanto aos homens, cerca de 96% de grupos de cooperativas apostam antes no setor da horticultura e os restantes no artesanato.

“Além disso, este setor, na área do artesanato, agrupa 182 pessoas com deficiência. Os seus membros auferem mensalmente um subsídio de 30 dólares, tendo, apesar de tudo, conseguido poupar bastante. É por isso que a sua cooperativa tem apresentado resultados positivos”, referiu, sublinhando que a designação de grupo não se baseia nas características físicas das pessoas.

Já Lurdes Ramos, Presidente da cooperativa Hikis Kosar ba Moris (HIKHMOR), referiu que os seus colaboradores se têm debatido com problemas relacionados com a concessão de crédito devido à crise sanitária que o país tem vivido.

A responsável lembrou igualmente que a sua cooperativa recebeu já, desde o surgimento dos primeiros casos de covid-19 no país, mais de 12 mil dólares através da associação Hanai Malu afeta à Secretaria de Estado de Cooperativas.

“Dos 12 mil dólares, 40% são alocados para esta associação. Outros 40% para os cofres de HIKHMOR e os restantes para o apoio à recuperação económica”, salientou.

Lurdes Ramos recordou, por último, as atividades realizadas pela cooperativa, como a adoção de medidas de poupança e a concretização de negócios relacionados com a horticultura. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.