EDTL criará normas rigorosas para controlar ligações ilegais de eletricidade

by -8 views

DÍLI – O Presidente do Conselho Executivo da Eletricidade de Timor-Leste (EDTL), Paulo da Silva, disse que a instituição não dispõe, neste momento, de normas que possam regular ações de incumprimento, designadamente relacionadas com ligações ilegais de eletricidade, pelo que pretende criar um regulamento mais rigoroso.

“Realizaremos um encontro para discutirmos a implementação de novas regras e de sanções aplicadas aos clientes que efetuam ligações ilegais para obterem energia elétrica. Quando entrar em vigor esta nova lei, então poderemos deter as pessoas que fazem ligações ilegais e levá-las a tribunal”, disse Paulo da Silva, esta terça-feira (23/03), no seu local de trabalho, em Caicoli.

O responsável afirmou ainda que a EDTL tem chamado a atenção aos clientes para se registarem e verem instalado o novo contador pré-pago, na medida em que as ligações ilegais têm contribuído para a deterioração dos equipamentos instalados.

O dirigente salientou também que a direção estabelecerá estruturas para procederem à inspeção de rotina aos seus consumidores.

“Aplicamos sanções, como multas, além de chamarmos a atenção três vezes aos clientes para não continuarem a incorrer em incumprimento. Caso não cumpram, então temos de cortar a respetiva linha”, lembrou.

O presidente da EDTL reconheceu, por outro lado, que muitos equipamentos estão em mau estado por serem usados desde a ocupação da Indonésia.

“Temos limitações ao nível dos equipamentos, técnicos, pelo que as condições não nos permitem trabalhar de forma célere”, insistiu.

A Eletricidade de Timor-Leste adquirirá, entretanto, mais de 35 mil contadores pré-pagos para serem instalados em todo o território. (jho)