Economista pede investimento sério em agricultura

by -21 views

Díli- O economista Alfredo dos Santos pediu ao Governo que invista “com seriedade” no setor agrícola para que produção aumente no país.

“A crise sanitária gerada pela covid-19 tem afetado a economia mundial, incluindo a de Timor-Leste, onde se regista também uma queda na produção agrícola. Por isso, é necessário que o Executivo trate já seriamente do assunto para que possa afastar o povo da fome”, disse Alfredo dos Santos ao Timor Post, nesta segunda-feira (06/07), na Universidade de Díli (UNDIL).

O economista recordou ainda que, embora o teto do Orçamento Geral de Estado (OGE) timorense se situe normalmente nos 1.4 mil milhões de dólares, foi, nos últimos anos, frequentemente chumbado no Parlamento Nacional, o que causou ainda vários entraves na vertente económica do país.

 “Temos, nestes últimos anos, recorrido ao regime de duodécimos, o que responde apenas ao funcionamento das máquinas do Estado”, lembrou.

Alfredo dos Santos mostrou-se ainda convicto de que os OGE de 2020 e de 2021 passassem no Parlamento Nacional e trouxessem vários progressos para o povo.

O economista insistiu na ideia de que o Governo dê enfoque à esfera agrícola para que a economia do país possa, a curto prazo, ser recuperada.

De acordo com Alfredo dos Santos, a crise sanitária provocada pelo novo coronavírus alerta o Governo para a importância do investimento em setores essenciais, como a agricultura, já que “num momento difícil como este, o setor tem um pepel indispensável para responder às necessidades do povo”.

“Para mim, do total orçamento, 15% ou 20% devem ser destinados ao setor em causa, acelerando, assim, a recuperação da economia do nosso país”, defendeu. (MJ4)