EBC 30 de Agosto e Externato de São José preparados para reiniciar atividades letivas

by -23 views

DÍLI- A Escola Básica Central 30 de Agosto e Escola Externato de São José estão a preparar condições necessárias para reiniciarem as atividades letivas.

“Já nos começámos a preparar para retomar o processo de aprendizagem na semana passada. Fizemos um encontro com a Direção de Educação do Município de Díli, que deu orientações a cada diretor para preparar o plano para o reinício das atividades letivas”, disse esta quinta-feira (04/06) o Diretor da Escola Básica Central, 30 de Agosto, Filomeno Salsinha.

Segundo o dirigente, o plano terá como base as recomendações do Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD).

“Estamos a preparar aquilo que é muito básico, como as condições dos alunos para que possamos cumprir critérios como a distância social, a lavagem das mãos e o uso de equipamentos [de proteção individual] para a covid-19, sobretudo máscaras”, afirmou.

Segundo o diretor, a escola deve também preparar-se para a questão das turmas numerosas, que chegam aos 60 alunos.

“Devemos dividir as horas e, por isso, poderemos cumprir critérios como a distância social. Por exemplo, cada sala com 60 alunos tem de ser divida em três. Assim, uma sala poderá ter apenas 20. Os professores devem alterar também os seus horários e preparar resumos para ensinar, quando forem retomadas as aulas”, acrescentou.

De acordo com Filomeno Salsinha, esta escola já tem equipamentos para a proteção da covid-19, como baldes, e água, mas estes ainda não são suficientes.

“Usamos o orçamento da concessão escolar para responder às necessidades [da escola], embora seja reduzido. Já o usámos para adquirir baldes e montar o sistema de lavagem das mãos, mas não chega. Pedimos a cada aluno que arranjasse uma máscara”, disse.

Filomeno Salsinha relembrou igualmente que já informou os professores de que as atividades letivas serão retomadas e que deverão seguir as orientações do Ministério da Saúde e MEJD.

O diretor pediu, por fim, ao MEJD e ao Ministério da Saúde que adquirissem um tanque de água para os alunos lavarem os mãos antes de entrarem nas salas.

A EBC 30 de Agosto regista no total de 2.134 alunos, repartidos por 36 salas de aula.

Também a Diretora da EBC e Secundária do Externato de São José, Maria de Fátima da Conceição Soares, destacou a necessidade de condições adequadas para o reinício das atividades letivas.

“Depois de obter autorização do Governo, começámos a vir. Claro que estamos preocupados com a escola. Quando os alunos regressarem, deverão encontrar condições de limpeza e de salubridade, pois neste momento estamos a viver numa situação de covid-19”, disse.

A diretora recordou também que já orientou os funcionários para a limpeza das salas e de todo o recinto do estabelecimento escolar antes das aulas.

“Devemos fazer a limpeza, cumprir com a distância social e preparar os equipamentos para lavagem das mãos, de acordo com as regras do MEJD. Recebemos uma oferta da Embaixada da América, que colocou aqui três tanques de água para a lavagem das mãos. Um foi colocado na porta de entrada e os outros no recinto da escola”, disse.

Segundo a diretora, as turmas não são numerosas, tendo apenas 20 a 25 estudantes, mas os alunos serão divididos por turnos.

“Podemos impor a disciplina, mas são crianças. Quando se reunirem, será difícil controlá-las e, por isso, devemos dividi-los”, acrescentou.

A diretora afirmou também que a escola cumprirá todos os critérios do Governo, faltando só a desinfeção. Pediu, por isso, aos ministérios competentes que apoiassem com desinfetantes, antes do reinício das atividades letivas. (isa)