Dois milhões de dólares para Expo Dubai dependem do Parlamento Nacional

by -49 views
Imajen ne'e kopia husi jornalbisnistimor.com

DÍLI – O Governo apresentou um montante de dois milhões de dólares americanos para a participação de Timor-Leste na Exposição Mundial do Dubai, mas aguarda a aprovação no âmbito do debate parlamentar sobre o Orçamento Geral do Estado de 2020.

O assessor principal do Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI), Jacinto Rigoberto, informou que a exposição, nos Emirados Árabes Unidos (EAU), que esteve inicialmente sob a gestão do MTCI, está agora a cargo da Autoridade Nacional para a Expo Dubai 2020, decisão esta aprovada recentemente em Conselho de Ministros.

“Os dois milhões de dólares propostos para a participação na Expo Dubai 2020 vão depender da decisão do Parlamento Nacional. Sem a sua aprovação, a autoridade não vai executar nada”, disse Jacinto Rigoberto, na passada sexta-feira (29/11), em declarações aos jornalistas do Timor Post, à margem da sua participação numa feira organizada pela Câmara de Comércio e Indústria de Timor-Leste, no Acait, Díli.

Jacinto referiu ainda que os preparativos para a exposição internacional de Dubai são diferentes dos de Shanghai e de Milão.

“O custo de vida no Dubai é demasiado alto. Todos os cidadãos têm o direito de manifestar preocupação relativamente ao valor atribuído, orçado em dois milhões de dólares, mas o Governo apenas aloca o dinheiro conforme as necessidades daquele local”, referiu.

O assessor acrescentou que a participação do país na Expo Dubai 2020 constitui uma grande oportunidade para promover a imagem, a gastronomia, a cultura e suas tradições, permitindo atrair turistas.

“Os produtos a serem promovidos ainda não são conhecidos, mas o destaque vai para o café e o óleo de coco. Qualquer produto levado para o Dubai deverá, também, preencher determinados requisitos”, afirmou.

Jacinto lembrou que a vizinha Indonésia vai também participar neste evento que terá lugar entre 20 de outubro de 2020 e 10 de abril de 2021, o que constitui uma oportunidade para a exportação.

Já a Diretora-Geral do Desenvolvimento da Exportação Nacional do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Indonésia, Arlinda, salientou que no âmbito da Expo Dubai 2020 se pretende igualmente convocar um fórum entre investidores de vários países.

Arlinda referiu ainda que a comitiva indonésia terá ao seu dispor um pavilhão construído pela empresa PT Wijaya Karya.

A Diretora-Geral da Indonésia acrescentou que o orçamento previsto para a participação provém não apenas do Governo indonésio como da contribuição do setor privado.

Delegação timorense liderada por Kalbualdi no Dubai

Uma delegação de Timor-Leste esteve presente, a 29 e 30 de novembro, na Reunião Internacional de Participantes (IPM, em inglês) na Expo 2020, no Dubai, segundo informações divulgadas no Portal do Governo.

O comunicado do Governo refere que estiveram presentes, além da delegação timorense liderada pela Autoridade Nacional para a Expo 2020 Dubai, Francisco Kalbualdi Lay, mil participantes de todo o mundo – membros e funcionários governamentais, delegados de países e parceiros comerciais de cerca de 200 países e organizações participantes, assim como representantes do Gabinete Internacional de Exposições e membros do Comité Superior da Expo 2020 Dubai.

“Durante os dois dias do evento, os participantes tiveram acesso a informação relativa aos progressos na construção da exposição mundial e sobre calendários e prazos de entrega, requisitos e normas a cumprir, programação, design, marketing, comunicação e logística”, refere o comunicado.

Recorde-se que esta exposição será a primeira a realizar-se no Médio Oriente. Tem como lema “Unindo mentes, criando o futuro” e como subtemas “Mobilidade”, “Sustentabilidade” e “Oportunidade”. Timor-Leste estará presente na área temática “Oportunidade”, com o tema “Timor-Leste, Explore o inexplorado”. Participarão neste evento 192 países e são esperados 25 milhões de visitantes. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.