Diretor-Geral do MSSI: Governo não quis oferecer arroz estragado a população

by -118 views

DÍLI – O Diretor-Geral do Ministério da Solidariedade Social e Inclusão, Rui Gago Exposto, esclareceu, esta terça-feira (23/03), que o Governo “não tinha intenção de oferecer arroz estragado à população”.

O esclarecimento surgiu na sequência de várias publicações vindas a público a anunciarem que parte do arroz distribuído pelos estudantes universitários mais carenciados, residentes em quartos arrendados em Díli, estaria estragado.

O responsável admitiu, entretanto, que era provável que alguns sacos de arroz distribuído tivessem ficado danificados devido ao excesso de calor e ao facto de estarem amontoados no armazém.

“Não tínhamos intenção de distribuir arroz estragado pela comunidade. É possível que tenha surgido um ou outro caso, porque estão armazenados cerca de 31 mil sacos de arroz no Centro Logístico Nacional”, disse Rui Exposto aos jornalistas, esta terça-feira (23/03), no seu local de trabalho, em Caicoli.

O dirigente garantiu também que, após ter sido detetado o problema, o MSSI providenciou de imediato uma equipa para proceder à substituição do arroz danificado.

“Recebi informações de que os estudantes da Universidade Oriental Timor Lorosa’e (UNITAL) e da Universidade de Díli (UNDIL) receberam arroz estragado. Decidi, então, dar instruções a uma equipa do ministério para analisar o sucedido e substituir o alimento em causa”, assegurou.

Segundo Rui Exposto, constam da lista dos beneficiários mais de cinco mil estudantes, oriundos de sete institutos superiores e de quatro universidades timorenses, residentes em casas arrendadas na capital.

O responsável pediu, entretanto, aos beneficiários que não divulgassem questões similares nas redes sociais.

“Caso recebam arroz estragado, peço a todos os estudantes universitários que não publiquem nas redes sociais. É melhor entrarem em contacto com a nossa equipa para então efetuarmos a sua substituição”, sugeriu.

Garantiu, por último, que o MSSI está a procura de soluções para melhorar o processo de distribuição do alimento destinado a outros estudantes carenciados que ainda não usufruíram do apoio. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.