Díli sem fumigação por falta de veículos

by -59 views

Díli- A Diretora-Executiva dos Serviços de Saúde do Município de Díli, Agostinha Segurado, revelou que a fumigação nos bairros de Díli com maior incidência de dengue não se está a realizar devido à falta de veículos para transportar os equipamentos.

“A fumigação recorre a grandes máquinas para a pulverização. Não a podemos efetuar, porque temos problemas de transportes”, afirmou na quinta-feira (06/02), no local de trabalho.

A responsável lembrou, contudo, que os habitantes podem pedir a fumigação nas suas habitações e em redor.

“Os infetados podem contactar a direção para que seja efetuada a fumigação nas suas residências. Será realizada num raio de 200 metros”, acrescentou.

Agostinha Segurado recordou, por fim, a necessidade de os habitantes tomarem medidas para a prevenção da dengue.

“A capital tem figurado anualmente em primeiro lugar na incidência de dengue. Precisamos da contribuição e consciência de todos nas questões da limpeza. Já divulgámos que os mosquitos gostam de charcos de água. Apesar da informação partilhada, dependemos da consciência das pessoas”, concluiu.

Recorde-se que, só até 21 de janeiro deste ano, segundo dados divulgados pela responsável neste período, já se tinham registado em Timor-Leste 16 casos de dengue, 13 dos quais no município de Díli. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.