DGSRN disponibiliza certidão de nacionalidade a 1174 cidadãos estrangeiros

by -75 views

DÍLI (Timor Post) – A Direção-Geral dos Serviços de Registos e do Notariado (DGSRN) do Ministério da Justiça (MJ) emitiu, desde 2006, certidões de nacionalidade timorense a 1174 cidadãos estrangeiros.

“Demos, desde 2006, certidão de nacionalidade a 1174 cidadãos estrangeiros que casaram com timorenses”, disse o diretor-geral da DGSRN, Crisogno da Costa Neto, ao Timor Post, esta sexta-feira, no seu local de trabalho.

O responsável referiu ainda que o grupo de cidadãos estrangeiros é composto por 332 homens, maioritariamente oriundos da Indonésia, de Mianmar, de Portugal e da Austrália. Outros vêm do Paquistão, Bangladesh, China, Reino Unido, Índia, Filipinas, Angola, Moçambique, Bélgica, Vietname, Cuba, Brasil e Sri Lanka.

O dirigente afirmou também que “os estrangeiros, se querem ter nacionalidade timorense, precisam de completar requisitos, nomeadamente casar com timorenses e apresentar o requerimento ao Ministério da Justiça para processar o despacho. Por isso, a direção realiza o teste quando o número atinge 100 pessoas. Recebemos, desde 2019, novos estrangeiros registados no ministério para serem timorenses, mas ainda não se chegou às 100 pessoas. Precisamos de dois anos para realizarmos teste aos estrangeiros”, salientou.

Crisogno Neto lembrou que a DGSRN registou, no mês passado, 24 pessoas estrangeiras. Por isso, a direção não disponibiliza testes aos estrangeiros este ano porque não se registaram 100 pedidos de nacionalidade.

“As pessoas estrangeiras têm de casar com timorenses e residir no país durante, no mínimo, cinco anos para terem nacionalidade timorense”, concluiu. (Jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.