Dez recuperados da covid-19 saíram esta sexta-feira de isolamento

by -39 views

Díli- O Centro Integrado de Gestão de Crise informou que dez pacientes infetados com a covid-19 tiveram esta sexta-feira alta após terem recuperado do vírus.

O Coordenador do CIGC, Sérgio Lobo, teceu elogios à forma como os recuperados colaboraram com o Estado, cumprindo à risca as normas impostas, quer no período de quarentena quer no de isolamento, evitando uma propagação da infeção em Timor-Leste.

“Em nome do Centro Integrado de Gestão de Crise, queremos informar o público que libertamos hoje os nossos amigos do centro de isolamento de Vera Cruz. São dez pessoas. Agradecemos a todos e enviamos ainda uma palavra de coragem para os que continuam em isolamento e em quarentena. Agradecemos a vossa cooperação e disponibilidade”, afirmou aos jornalistas, no Centro de Isolamento de Vera Cruz.

Lobo referiu ainda que os dez cidadãos em causa, que estiveram inicialmente em quarentena no Hotel Katuas, podem agora regressar às suas famílias, dado que os dois testes efetuados deram negativo.

“Estão livres da infeção da covid-19. Os resultados dos dois testes efetuados deram negativo”, afirmou.

O responsável recomendou ainda aos dez recuperados que, caso venham a sentir sintomas associados ao novo coronavírus, contactem de imediato os profissionais de saúde.

Um dos recuperados, Feliciano Maria de Carvalho, recordou que, após ter chegado ao país, vindo da Indonésia, ficou em quarentena no Hotel Kautuas, período durante o qual testou positivo à covid-19, pelo que foi colocado em isolamento em Tasi Tolu.

“Fui transferido do Hotel Katuas para um centro de isolamento em Tasi Tolu, depois de ter testado positivo no teste à covid-19”, contou.

O jovem agora recuperado afirmou que quarentena e o isolamento correram sem sobressaltos, sublinhando, no entanto, que, após uma sua colega ter testado positivo, todo o grupo exigiu ser transferido para Tasi Tolu.

Segundo Feliciano, as pessoas em isolamento são assintomáticas.

“Não sentimos quaisquer sintomas, tosse, febre ou problemas respiratórios”, contou.

Feliciano agradeceu ainda, em nome dos colegas, aos profissionais de saúde a dedicação que demonstraram ao longo do período do isolamento. (jry)