Deputados pedem a MS mais atenção a outras doenças e não apenas à covid-19

by -6 views

DÍLI – Os deputados pediram à Ministra da Saúde (MS), Odete Maria Belo, que não desse apenas atenção à prevenção do novo coronavírus, mas antes a outras doenças, nomeadamente à tuberculose, que regista um elevado número de mortes.

“A senhora Ministra da Saúde não é somente ministra contra a covid-19. Deve ser governante contra todas as doenças. É preciso, por isso, dar atenção a todos os assuntos relacionados com a saúde”, pediu o deputado da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (FRETILIN) Dário Madeira, na sua intervenção, na terça-feira (09/02), no Parlamento Nacional.

O parlamentar lembrou ainda a falta de pagamento dos salários de horas extras de enfermeiros e médicos do Hospital Nacional Guido Valadares (HNGV) bem como a escassez de medicamentos nas unidades de saúde.

“Os profissionais de saúde sentem-se discriminados nesta unidade hospitalar. A governante deve, como tal, ter conhecimento acerca deste assunto. Além disso, há falta de fármacos nas unidades de saúde da capital. Por que é que a ministra não se esforça mais para pôr fim à questão, uma vez que há voos humanitários?”, questionou.

“Se o SAMES dispõe de fármacos em número suficiente, por que motivo é que não os distribui? Deixe-os aí até todos expirarem o prazo de validade e posteriormente, serem enterrados”, acrescentou.

Também o Chefe da Bancada do Partido Democrático, António da Conceição ‘Kalohan’ corroborou as declarações do deputado da FRETILIN.

“A meu ver, estamos a dar prioridade à luta contra o vírus e perdemos a noção de que há diariamente um número elevado de mortes por causa de outras doenças no HNGV”, referiu.

Fez, por isso, um apelo à Comissão dos Assuntos de Saúde, Educação e Cultura que efetuasse uma fiscalização junto dos armazéns do Serviço Autónomo de Medicamentos e Equipamentos de Saúde (SAMES).

“Ouvi dizer que os familiares de doentes do HNGV foram obrigados a comprar soro fisiológico fora do hospital devido à sua escassez. É uma situação gravíssima para nós. Por isso, devíamos também estar preocupados com o elevado número de outras patologias registadas no país, não apenas com a covid-19”, lamentou.

“É bom que demos enfoque à luta contra o vírus. Contudo, devemos garantir o atendimento aos pacientes que sofrem de outras doenças”, adiantou.

Na mesma linha, a deputada do Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste (CNRT) Virgínia Belo manifestou a sua concordância com as preocupações destes deputados.

“A Ministra da Saúde deu mais enfoque à prevenção e ao combate à covid-19 do que a outras doenças contagiosas”, acusou.

Irene Gonzaga, deputada do Kmanek Haburas Unidade Nasional Timor Oan (KHUNTO), apelou, por sua vez, à ministra que fosse dada particular atenção à situação devido ao número crescente de casos de crianças com dengue.

“Pede-se à ministra que delineie um plano efetivo para dar resposta ao assunto em causa, visto que o número de casos de dengue tem vindo a aumentar significativamente todos os anos”, disse.

Insistiu, por fim, que a ministra mantivesse as operações de fumigação e a distribuição de larvicidas para água junto da comunidade afetada.

Em resposta às preocupações dos deputados, o Ministro dos Assuntos Parlamentares e Comunicação Social, Francisco Jerónimo, comprometeu-se a apresentar a questão aos ministérios relevantes. (jry)