Dados das mais de 320 mil famílias que receberão subsídio já no Ministério das Finanças

by -31 views

DÍLI- O Diretor-Geral do Ministério da Solidariedade e Inclusão (MSSI), Rui Exposto, revelou, esta terça-feira (26/05), que este ministério já apresentou a proposta com os dados dos agregados familiares ao Ministério das Finanças para que seja realizado o pagamento do subsídio às 326.739 famílias.

“Hoje, já enviámos a proposta para o Ministério das Finanças e esperamos que, em breve, possamos implementar este subsídio”, disse o diretor-geral, em Aitarak Laran, Díli.

Rui Exposto adiantou, contudo, que o Governo ainda não tem uma data para a atribuição deste subsídio.

“Quando o orçamento entrar na conta bancária dos sucos, poderemos, então, decidir uma data fixa para o pagamento. Enquanto estiver em processo [de reverificação], não posso anunciar”, afirmou.

O dirigente pediu ainda à população “paciência”, recordando que serão pagos dois meses de subsídio.

“Tentaremos finalizar o pagamento em dez dias. Deveremos ver também a situação, pois, neste momento, registaram-se desastres naturais e, por isso, temos de analisar [as condições das estradas e infraestruturas]”, acrescentou.

Recorde-se que o Governo aprovou um decreto-lei para apoiar os agregados familiares no âmbito da crise provocada pela covid-19.

Beneficiam deste apoio todos os agregados familiares, compostos por pelo menos um cidadão, registados, até 31 de março de 2020, no Livro de Registo de “Uma Kain” e em que nenhum dos seus elementos um salário superior a 500 dólares.

O apoio terá o valor mensal de 100 dólares americanos por agregado familiar. O pagamento deveria ser realizado a partir do mês seguinte ao da aprovação e os custos são financiados pelo Fundo Covid-19. (isa)