CVTL pede a Governo que controle comunidade para prevenção da covid-19

by -16 views

DÍLI – A Cruz Vermelha de Timor-Leste (CVTL) pediu ao Governo que fosse reforçado o apoio à comunidade que reside nas zonas fronteiriças com vista à prevenção de um eventual surto de covid-19, disse a Presidente da CVTL, Madalena Hanjam, após o encontro com o Secretário de Estado para a Comunicação Social (SECOMS).

 “Existe um número considerável de pessoas a viver em áreas remotas, principalmente nas zonas fronteiriças, facto que as coloca em maior risco de um possível contágio do novo coronavírus”, disse Madalena Hanjam, em declarações aos jornalistas, esta quinta-feira (04/02), no Palácio do Governo.

A responsável sublinhou ainda a necessidade de ser efetuado um maior controlo dos habitantes de Bobonaro, Covalima e do enclave de Oé-Cusse e residentes na linha fronteiriça. Segundo Madalena Hanjam, importa assegurar que todos, sem exceção, usem a máscara à luz das regras sanitárias impostas pelo estado de emergência.

A presidente revelou ainda que mais de cinco mil pessoas trabalham voluntariamente na CVTL, cujo objetivo é promover ações de divulgação de informação junto das populações.

Madalena acrescentou que o Secretário de Estado para a Comunicação Social, Merício ‘Akara’, se mostrou agradado com o trabalho da CVTL, salientando que a Cruz Vermelha se mantém como um parceiro estratégico no combate à pandemia provocada pela covid-19. (kyt)