Covid-19 tem prejudicado transferência de pacientes para estrangeiro

by -47 views

Díli – A crise sanitária provocada pelo novo coronavírus tem prejudicado a transferência de doentes timorenses para o exterior, pois o espaço aéreo e os postos das fronteiras terrestres estão praticamente encerrados, disse o Presidente da Junta Médica do Hospital Nacional Guido Valadares (HNGV), Mateus Pinheiro.

“O encerramento das fronteiras prejudica muito o envio de doentes para o estrangeiro. Embora tenham sido aprovadas as viagens internacionais de 51 pacientes, alguns destes ainda não foram encaminhados devido ao limite da circulação rodoviária para o exterior”, referiu Mateus aos jornalistas, nesta segunda-feira (16/11), no seu local de trabalho.

“No caso dos que foram transferidos, recorremos a voos fretados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, disseram que poderá não haver mais estes voos”, afirmou, sublinhando, por isso, que a Junta Médica se esforçará para enviar os doentes mais urgentes.

De acordo com o dirigente, a maioria destes pacientes encontra-se em Jacarta, na Indonésia. Os doentes transferidos sofrem de doenças oncológicas e de outros problemas cardíacos, não podendo ser tratados em Timor-Leste.

“Há algumas doenças que não podem ser tratadas aqui e existem outras que, após a cirurgia, obrigam a um tratamento contínuo no estrangeiro, como a quimioterapia”, recordou.

Segundo o médico, qualquer paciente que seja enviado para o exterior deve, normalmente, ser acompanhado por um médico, mas, durante o período da covid-19, não foi possível. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.