Conservação do solo e da água fator de desenvolvimento da agricultura

by -121 views
Presidente do Partido Democrático (PD), Mariano Assanami Sabino

Díli (Timor Post) – O desenvolvimento do setor agrícola em Timor-Leste passa por o Governo adotar medidas que visam a conservação da água e do solo, defende o Presidente do Partido Democrático (PD), Mariano Assanami Sabino.

“Temos de apostar seriamente no setor da agricultura enquanto interesse nacional. Para tal, é urgente garantir o abastecimento de água e a conservação de um solo mais fértil  para aumentarmos a produção e a produtividade do nosso setor”, referiu o Presidente do PD esta segunda-feira (06/12), no Parlamento Nacional.

Segundo o deputado, no lugar onde antes, no período da ocupação indonésia, se cultivavam hortas em solos férteis, agora são construídas habitações de forma desordenada. Este facto, como refere Mariano Sabino, constitui um duro revés no crescimento do setor agricola.

“Muitos dos agricultores acabam por abandonar os seus terrenos férteis com potencial para a produção agrícola, enquanto outros os vendem a pessoas que pretendem apenas construir habitações tanto para viverem como para criar centros de negócio. Perante este cenário, torna-se difícil ao Governo estimular o setor, nomeadamente avançar com a instalação de sistemas de irrigação”, referiu.

Questionado sobre as medidas que o Governo deverá adotar, o parlamentar destacou a necessidade de serem modernizados os equipamentos agrícolas utilizados pelos agricultores, dado que a esmagadora maioria continua a fazer uso de materiais ditos tradicionais, como a enxada e a tração animal, ainda que este desempenhe várias tarefas na agricultura, como lavrar, puxar a carroça, transportar pessoas e ferramentas para os campos.

“Apesar de muitos dos agricultores possuírem tratores agrícolas, o certo é que não  sabem trabalhar com eles por falta de conhecimentos. Importa, pois, capacitar os agricultores sobre o uso de novas técnicas de produção e de equipamentos mais modernos e sofisticados”, salientou.

Mariano Sabino fez, entretanto, um apelo ao Governo que dê as condições necessárias aos agricultores para aumentar os níveis de produtividade.

Já o Ministro da Agricultura e Pescas (MAP), Pedro dos Reis, disse que a atribuição de subsídios aos funcionários por parte do atual Executivo tem como principal objetivo incentivar os agricultores a aumentar a sua produção e produtividade.

“Estamos a tentar envidar esforços para solucionarmos alguns problemas que entretanto nos têm surgido, nomeadamente os tratores avariados e a reabilitação do sistema de distribuição de água nos arrozais”, afirmou.

O governante sugeriu, por último, aos cidadãos que não construíssem habitações nas áreas produtivas como os arrozais e hortas. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.