Confinamento obrigatório contribui para aumento do desemprego

by -68 views
Deputado KHUNTO, António Verdial

Díli (Timor Post) – A Bancada de Kmanek Haburas Unidade Nasional Timor Oan (KHUNTO) considera que a decisão do Governo de implementar o confinamento obrigatório só vem contribuir para o aumento do número de desempregados.

“O Executivo não cria condições para minimizar os efeitos do confinamento obrigatório”, disse o deputado António Verdial num comunicado a que o Timor Post teve acesso, esta terça-feira (07/09).

O parlamentar fez referência a vários estabelecimentos comerciais, exceto as que vendem bens de primeira necessidade e materiais de construção, que decidiram reduzir o número de trabalhadores por falta de rendimento.

António Verdial acrescentou que as restrições dificultam de igual modo os agricultores no transporte dos produtos agrícolas aos mercados, uma vez que a circulação dos transportes públicos foi cancelada.

O deputado acusa ainda o Executivo de não ter consistência na tomada de decisão, já que depois de ter decidido que os cidadãos com a vacinação completa poderiam circular entre os municípios, a medida acabaria por abortar.

Na mesma linha, a parlamentar Elvina Sousa defende que, ao prolongar o confinamento, o Governo deveria adotar medidas no sentido de minimizar os impactos do confinamento, apesar de reconhecer a importância das restrições no reforço ao combate à covid-19.

“Entendo que a decisão visa precaver a saúde pública, mas é preciso respeitar os direitos humanos”, disse.

Recorde-se que o atual confinamento obrigatório termina a 9 de setembro, mas a Ministra da Saúde, Odete Freitas Belo, realça a necessidade de o prolongar em Díli por mais duas semanas. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.