CNRT critica atraso no pagamento do subsídio a famílias que reclamaram

by -47 views

DÍLI- A deputada da bancada do Congresso Nacional de Reconstrução de Timor-Leste (CNRT) Fernanda Lay lamentou o adiamento do Ministério da Solidariedade Social e Inclusão (MSSI) do pagamento dos subsídios de 100 dólares americanos aos agregados familiares.

Fernanda Lay afirmou que, na discussão do Plano de Recuperação Económica no Parlamento, a Vice-Ministra da Solidariedade Social e Inclusão tinha anunciado para esta semana o pagamento aos reclamantes e idosos, mas as 2.909 famílias ainda não receberam o subsídio.

A deputada criticou o atraso no pagamento do apoio monetário e lembrou que o orçamento foi aprovado pelo Governo em abril.

“O Parlamento aprovou o orçamento em abril e arrastou o pagamento até junho. Cancelou depois os 100 dólares para pagar apenas a Cesta Básica. Isto é complicado”, afirmou Fernanda Lay, esta segunda-feira (26/10), no plenário Parlamento Nacional.

Recorde-se que o apoio monetário, no valor de 100 dólares americanos por mês, foi atribuído a famílias em que nenhum dos seus membros auferisse mensalmente um valor superior a 500 dólares americanos.

O Governo procedeu ao pagamento de dois meses, o correspondente a 200 dólares americanos, faltando apenas pagar às famílias que reclamaram.

A medida do Executivo teve como objetivo apoiar as famílias mais carenciadas ou que perderam os seus rendimentos devido à crise provocada pela covid-19. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.