CESPTL preocupado com oferta atempada de internet do Governo

by -70 views

Díli- O Conselho de Ensino Superior Privado em Timor-Leste (CESPTL) mostra-se preocupado com a oferta atempada de internet a todos os estudantes do ensino superior privado por parte do atual Governo num momento em que o estado de emergência está prestes a findar.

“Apesar de termos enviado a lista dos estudantes para o ministério, tanto os alunos como os docentes não obtiveram ainda quaisquer informações acerca do acesso gratuito à internet”, disse o Presidente do CESPTL, Augusto Soares, ao Timor Post, na terça-feira (12/05).

Augusto afirmou ainda que a decisão não deveria recair na oferta de internet gratuita, na medida em que a segunda fase do estado de emergência termina a 26 deste mês.

“Como o estado de emergência termina a 26 de maio, a oferta de internet para os docentes e estudantes não faz sentido”, afirmou.

O dirigente recordou também que o SESPTL tinha antes apresentado uma proposta ao Ministério do Ensino Superior Ciência e Cultura, no sentido de aceder a um subsídio para fazer face à crise sanitária, mas tal não foi ainda aprovada.

O presidente lembrou ainda que a Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) e o Instituto Politécnico de Betano recebem anualmente diversos apoios por parte do Governo, pelo que entende que o mesmo se deveria suceder com o ensino superior privado.

“Somos também vítimas da covid-19. Temos, então, o direito a receber apoio, mais concretamente ter acesso ao subsídio que o Governo pretende conceder. Recordo que o ensino superior privado está registado na segurança social. Aguardamos, por isso, a decisão”, referiu. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.