Cerveja Liurai sinal de progressos significativos de Heineken

by -50 views

DÍLI- Uma equipa da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) e do Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) efetuou uma inspeção ambiental à Heineken e elogiou, além dos esforços ao nível do ambiente, os progressos da companhia, nomeadamente na produção da Liurai, uma cerveja produzida com mandioca local.

O Secretário de Estado do Ambiente, Demétrio Amaral de Carvalho, considera que a produção da Liurai revela os progressos da companhia.

“Uma mudança significativa é a cerveja Liurai, que é produzida através da mandioca cultivada pelos nossos agricultores”, disse Demétrio aos jornalistas, esta segunda-feira (09/11), após a inspeção em Hera.

O dirigente alertou também os agricultores que devem ter uma boa plantação de mandioca, não podendo fazer queimadas, principalmente nas áreas protegidas, por estas terem impacto ambiental.

Quanto às inspeções, o secretário de Estado defende que têm de ser levadas a cabo para se conhecerem os progressos e as atividades das empresas, especialmente na área do fabrico.

“A fábrica [Heineken] tem tratamento de lixo, do ruído e de águas residuais. É muito limpa”, elogiou.

O representante da Heineken, Egas Martinho de Jesus, pediu, por seu turno, ao Governo condições mais vantajosas.

“As matérias-primas para a Liurai vêm da agricultura. A Heineken precisa, então, de condições mais vantajosas em Timor-Leste”, sugeriu.

Cerveja Liurai recebe medalha de ouro em 2020

Segundo a Monde Selection, um instituto que disponibiliza uma avaliação global da qualidade de cervejas, águas e refrigerantes no mundo, a Liurai recebeu este ano uma medalha de ouro.

À semelhança das outras bebidas, a cerveja foi avaliada por um painel de peritos independentes, que realizou uma análise individual de até 25 critérios, que incluem aspetos sensoriais, científicos e jurídicos importantes para os consumidores.

Recorde-se que o Diretor-Geral da Cooperativa de Café Timor (CCT), Xisto Moniz Piedade, revelou, em agosto, que a Heineken precisava de 20 toneladas de mandioca em pó para produzir, em setembro, a cerveja Liurai. A CCT já apoiou, desde 2019, a Heineken com 40 mil toneladas de mandioca.

O dirigente lembrou ainda as plantações de mandioca nos municípios de Baucau, Bobonaro, Covalima, Lautém, Manufahi e Viqueque. (jho/kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.