Cerca sanitária mantém-se em Covalima

by -135 views

DÍLI – O Governo aprovou, no Conselho de Ministros desta terça-feira (02/03), a manutenção da cerca sanitária no Município de Covalima.

Mantêm-se, assim, interditas as deslocações de e para este município, entre as 00h00 do dia 4 de março e as 23h59 do dia 2 de abril.

Segundo o comunicado do Governo, o Ministro do Interior pode também autorizar a deslocação de pessoas ou de mercadorias quando estão em causa “razões humanitárias, de proteção da saúde pública, de segurança pública ou de interesse público”.

Já na segunda-feira (01/03) o Presidente da Autoridade do Município de Covalima, Afonso Nogueira Nahak tinha defendido que este município se devia manter sob cerca sanitária para que as autoridades de saúde pudessem procurar os contactos diretos com os doentes de covid-19.

O dirigente lembrou ainda que tinha anteriormente dado instruções aos administradores dos postos de Fatumea e Tilomar para transmitirem aos seus habitantes a necessidade de cooperarem com as equipas de saúde na testagem em massa.

“Hoje, estamos preparados para alertar a população deste município para a necessidade de prevenir a circulação de pessoas”, afirmou Afonso Nahak, à jornalista do Timor Post, via telefone.

O Presidente da Autoridade de Covalima relembrou, de igual modo, o destacamento de 40 efetivos das Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) nesta zona para reforçarem o controlo das entradas e saídas ilegais.

Recorde-se que a Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (SS-CIGC) anunciou, este domingo (28/02), mais dois casos ativos de covid-19 de habitantes da aldeia de Onu-Laran, do Posto Administrativo de Tilomar, em Covalima, que se somam a outro já detetado e o que representa um segundo foco da doença junto à fronteira.  (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.