Centros de saúde de três municípios com stock suficiente de medicamentos

by -31 views

DÍLI – Os diretores do Serviço de Saúde dos municípios de Ainaro, Ermera e Aileu garantiram responder às necessidades de medicamentos, visto que o stock é suficiente, afirmando que o Serviço Autónomo de Medicamentos e Equipamentos de Saúde (SAMES) dispõe atualmente de 72% de stock de fármacos.

O Diretor do Serviço de Saúde do Município (SSM) de Ainaro, Agostinho da Costa, disse na segunda-feira (24/08) que, embora os medicamentos essenciais no SAMES tenham sofrido uma quebra de 28%, existem fármacos em quantidade suficiente no armazém regional de Ainaro para dar resposta às necessidades das unidades de saúde.

“Em Ainaro, não se registam quaisquer problemas relativos ao stock de medicamentos por dispormos de um armazém regional que permite fazer face às necessidades das unidades de saúde de Manufahi, Covalima e Hospital de Referência de Maubisse”, afirmou Agostinho da Costa ao Timor Post, à margem da participação de um seminário intitulado Programa de Saúde Familiar, que decorreu no Hotel Novo Turismo.

Também o Diretor do SSM de Ermera, António de Deus, defendeu a mesma ideia, visto que o serviço deste município tem efetuado regularmente pedidos com caráter de urgência junto do SAMES.

“Assim que os nossos medicamentos reduzirem, efetuamos sem demora o pedido ao SAMES para poder responder às necessidades dos pacientes”, referiu.

O SSM de Aileu possui também medicamentos em número suficiente, à semelhança dos restantes municípios.

Já a Ministra da Saúde, Odete Belo, reconheceu as dificuldades na importação dos fármacos devido ao estado de emergência provocado pelo surto pandémico do novo coronavírus.

A governante garantiu, contudo, que o Ministério da Saúde e o SAMES trabalharão em conjunto para a aquisição de medicamentos essenciais em falta.

“Os medicamentos básicos são ainda suficientes. O problema é a redução de stock de fármacos essenciais”, afirmou.

De acordo com Odete Belo, embora o SAMES tenha perdido 28% do seu stock em medicamentos essenciais, garante que é suficiente. (res)