Centro de Saúde de Comoro com registo de 464 casos de dengue desde janeiro

by -33 views

Díli- O Centro de Saúde de Comoro registou, entre janeiro e junho deste ano, 464 casos de dengue.

“Deram entrada no Centro de Saúde de Comoro 464 pacientes com dengue entre janeiro e junho deste ano, sendo que algumas destas infeções foram detetadas em outras unidades de saúde, nomeadamente no Hospital Nacional Guido Valadares (HNGV), clínica de Fatumeta, Centro de Saúde de Formosa”, adiantou a médica Milena do Rego, em declarações aos jornalistas, na sexta-feira (03/07), no local de trabalho.

Milena revelou também que cinco destes doentes com dengue viriam a falecer no HNGV.

“Entre os 464 casos, há a lamentar cinco mortes. As vítimas mortais tinham idade inferior a cinco anos. As crianças eram provenientes dos sucos de Comoro, Fatuhada e Manleuana”, recordou.

Segundo a médica, o Posto Administrativo de Dom Aleixo constitui uma das zonas com maior incidência de casos de dengue, além do Bairro Pité, Comoro e de Manleuana.

Milena afirmou ainda que este centro de saúde tem promovido ações de sensibilização junto da comunidade e das zonas onde habitualmente atua o Serviço Integrado de Saúde Integrado (SISCA), nomeadamente sobre as medidas de prevenção da dengue.

“Deslocamo-nos numa viatura multifunções a vários locais para sensibilizar a comunidade sobre as medidas de prevenção da dengue. Alertamos os residentes dos bairros para que eliminem águas estagnadas nas zonas perto das habitações para que não haja uma proliferação de mosquitos”, referiu.

Segundo a médica, o centro efetua igualmente ações de fumigação nas zonas onde se regista uma maior incidência de casos de dengue, além de proceder à distribuição de larvicidas para a água e fármacos para a população afetada.

“A prevenção passa, por um lado, por manter limpo o que estiver em redor das habitações, e, por outro, efetuar ações de fumigação. Sempre que surjam casos de dengue em determinadas zonas, agimos rapidamente, fazendo a fumigação. Este trabalho é levado a cabo por uma equipa dos serviços de saúde do Município de Díli”, explicou.

Recorde-se que a Diretora dos Serviços de Saúde do Município de Díli (SSMD), Agostinha Segurado, revelou, na semana passada, que o SSMD tinha reportado, desde janeiro, 800 casos de dengue só neste município. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.