Centro de isolamento de Vera Cruz recebe ventilador

by -41 views

Díli- O Coordenador Oficial do Centro Integrado de Gestão de Crise, Rui Maria de Araújo, disse que o centro de isolamento de Vera Cruz recebeu o seu primeiro ventilador destinado aos doentes mais graves infetados pela covid-19.

“Dispomos apenas de um ventilador”, afirmou aos jornalistas, na passada sexta-feira (17/04), em conferência de imprensa, no Centro de Convenções de díli (CCD).

O responsável garantiu, no entanto, que Timor-Leste receberá mais ventiladores, pois o processo de aquisição está em curso.

“Está prevista a chegada de 50 a 60 ventiladores para as unidades hospitalares. O seu processo de aquisição está neste momento a decorrer”, disse.

Segundo o coordenador, os pacientes que estão em isolamento devido ao facto de terem contraído o novo coronavírus não necessitam de recorrer a ventiladores, na medida em que apresentam sintomas ligeiros.

“Não precisam de ventiladores, uma vez que apresentam sintomas ligeiros, designadamente febre e tosse. Após a realização dos testes de despiste à covid-19, verificámos que todos eles não tinham problemas respiratórios. Pertencem ao mesmo grupo, tendo todos os infetados viajado no mesmo autocarro de Batugadé a Díli. Foram, pois, sujeitos a análise e a maioria deu positivo. Por isso, foram prontamente conduzidos ao centro de isolamento para evitar mais contágios”, referiu.

De acordo com o responsável, os ventiladores serão sempre utilizados nos pacientes mais graves que apresentam o risco de complicações graves.

“Os casos positivos e os casos prováveis da codiv-19 são todos estudantes, pelo que não há registo de nenhum doente idoso com mais de 60 anos. Todos os pacientes têm imunidade e sem complicações graves de saúde. Este cenário permite que nos preparemos de forma adequada, caso venham a surgir casos de pacientes com sintomas mais graves”, afirmou.

O coordenador destacou a importância de ser cumprido à risca o confinamento, com destaque para os idosos, para se evitarem contágios, sublinhando uma vez mais a necessidade do cumprimento do distanciamento social.

“As pessoas com mais de 60 anos apresentam normalmente várias patologias complexas, pelo que, nos próximos tempos, não devem sair de casa. Os jovens não devem também sair para impedir um eventual contágio dos seus pais e avôs. Os idosos com mais de 60 anos constituem o grupo de maior risco. Caso sejam infetados pela covid-19, necessitarão de ventiladores. Temos de nos afastar do coronavírus. Este é a estratégia central para suster o vírus”, concluiu. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.