Celebrações de fim de ano condicionadas por novas medidas de estado de emergência

by -32 views

Díli- O Governo aprovou no Conselho de Ministros desta terça-feira (29/12) novas medidas para o estado de emergência em vigor, sendo proibidos os ajuntamentos com mais de dez pessoas, o que condiciona as celebrações do Ano Novo.

Segundo o comunicado de imprensa do Executivo a que o Timor Post teve acesso, “é necessária a adoção de novas medidas que evitem o surgimento de um surto de covid-19 no país”, sendo, como tal, “redefinidas as regras de distanciamento social”.

 Entre esta terça-feira (29/12) e o próximo dia 02 de janeiro, são proibidos os ajuntamentos com mais de dez pessoas de diferentes agregados familiares, inclusivamente em eventos e celebrações.

É igualmente exigida uma distância mínima de um metro na via pública e em instalações públicas e privadas de acesso público.

O uso de máscara é também obrigatório nestes locais bem como nos transportes públicos de passageiros.

A lavagem de mãos passa a ser igualmente exigida em recintos públicos ou privados de acesso público.

 O Governo justifica esta alteração às medidas com o número de casos de covid-19 em Timor Ocidental, na Indonésia, onde estão atualmente reportadas 1.700 infeções, a descoberta de uma nova estirpe da doença e o aumento de infetados em Timor-Leste.

Recorde-se que Timor-Leste regista atualmente 13 casos ativos do novo coronavírus. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.