Caso da UNPAZ continua sob investigação

by -36 views

DÍLI – O Comando do Município de Díli (CMD) da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) continua a investigar o caso da morte de um jovem ocorrida, no passado dia 21 de junho, no campus da Universidade da Paz (UNPAZ).

O Comandante do CMD, o superintendente-chefe Henrique da Costa, disse que o processo de investigação sobre a morte do jovem Henrique Maia está em curso, tendo sido efetuados várias buscas domiciliárias e não domiciliárias.

“A investigação ao caso da UNPAZ ainda está a decorrer. Já ouvimos várias testemunhas. Pretendo apenas esclarecer que o processo de investigação não está acabado, pois poderão surgir novos factos ou indícios reveladores de crime”, disse o comandante, esta segunda-feira (06/07), em declarações aos jornalistas, à margem do seu primeiro encontro com o Presidente da Autoridade Municipal de Díli.

Já o reitor da UNPAZ, Adolmando Amaral, referiu que a instituição académica mantém a cooperação com a PNTL na investigação do caso.

“Dezasseis estudantes suspeitos de estarem envolvidos no crime foram presentes a primeiro interrogatório. O tribunal decidiu aplicar-lhes como medida de coação o Termo de Identidade e Residência (TIR) por falta de provas concretas. São obrigados a apresentarem-se periodicamente todas as segundas-feiras”, recordou.

Adolmando Amaral referiu ainda que tem entrado em contacto com os pais da vítima na tentativa de se encontrarem indícios que levaram à morte de Henrique Maia.

“O pai da vítima encontrou-se connosco. Há uma boa colaboração entre a UNPAZ e a família do falecido na procura do autor principal deste caso”, referiu.

O reitor esclareceu ainda que, apesar da morte ocorrida nas instalações da UNPAZ, todas as atividades letivas da instituição universitária estão a decorrer dentro da normalidade.

“Pretendo informar o público que a UNPAZ não criou problemas com ninguém. Pelo contrário, outras pessoas é que nos criaram problemas”, afirmou Adolmando.

O caso remonta a 21 de junho, quando alegadamente terão ocorrido confrontos físicos entre jovens, no campus da UNPAZ, resultando na morte de Henrique Maia de 21 anos. (res)