BNCTL pondera redução nas taxas de juro do crédito

by -68 views

Gleno – O Banco Nacional de Comércio de Timor-Leste (BNCTL) pondera reduzir a taxa de juros para a concessão de crédito, mas, segundo o Presidente do Conselho de Administração desta unidade bancária, António Vítor, será importante que seja analisada adequadamente a sustentabilidade financeira da instituição.

Segundo o Presidente do Conselho de Administração do BNCTL, a possível redução das taxas de juro deve-se às preocupações dos credores.

O presidente recordou ainda que as taxas de juro em causa variam entre os 6% e os 12%, aplicadas de acordo com a capacidade financeira do BNCTL, explicando também que os 6% se destinam aos veteranos, enquanto entre 8% e 12% ao crédito empresarial, o que, para o dirigente, é razoável e de acordo com o crescimento do capital do próprio banco timorense.

“As taxas de juro do crédito que aplicamos, para mim, são razoáveis. Vamos, no entanto, analisar a sua redução. Com os progressos registados no BNCTL, podemos já, a cada ano, aplicar uma taxa de juros de 10% a todos os credores”, referiu António Vítor ao Timor Post, após a cerimónia de comemoração do 9.º Aniversário da BNCTL, nesta segunda-feira (11/07), em Gleno, Ermera.

Já o Presidente da Comissão C, que trata dos Assuntos Económicos e de Desenvolvimento, do Parlamento Nacional, Antonino Bianco, pediu ao BCTL que fosse avaliada e regulada a banca comercial em Timor-Leste para que possa ser reduzida a taxa de juros, desenvolvendo, assim, o setor económico.

“Cabe ao BCTL regular os bancos comerciais [em Timor-Leste]. Por isso, é necessário que se considere este assunto”, apelou.

De acordo com o deputado, a economia em solo timorense está a enfrentar “uma situação difícil”, provocada pela pandemia da covid-19.

“É importante que o BCTL e a banca em Timor-Leste tratem já da questão para que possam apoiar os timorenses, com destaque para os empresários, no desenvolvimento da economia do país”, sublinhou. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.