Bancada do CNRT pede a Governo mais postos de vigilância e efetivos na fronteira

by -28 views

DÍLI- O Chefe da Bancada do CNRT no Parlamento Nacional (PN), Duarte Nunes, pediu ao ministério competente que aumentasse o número de postos de vigilância e efetivos nas fronteiras.

“As nossas forças destacadas nas fronteiras não são suficientes. Penso que precisamos de aumentar o número de postos de vigilância para poderem efetuar mais facilmente o controlo. Com a situação atual, as pessoas entram e como é que as controlamos? Os postos estão distantes uns dos outros e, num posto, há só oito elementos. Sem um aumento de efetivos, é muito difícil o controlo”, disse aos jornalistas, esta sexta-feira (11/09), no Parlamento Nacional.

Duarte afirmou também que vários cidadãos têm entrado nas fronteiras sem qualquer controlo das autoridades de segurança, o que significa que podem importar facilmente para Timor-Leste casos de covid-19.

O deputado diz ainda concordar com uma investigação sobre a alegada cumplicidade das autoridades em relação a entradas ilegais.

“Alguns indivíduos atravessaram as fronteiras sem controlo da polícia. Concordo com uma investigação”, referiu.

Para Duarte Nunes, as forças de segurança deviam controlar as entradas e punir aqueles que o fazem ilegalmente.

“As pessoas que vêm fugidos para cá têm de receber sanções. Se não forem punidos, pode aumentar a entrada ilegal de pessoas. Podem ir para quarentena, sendo-lhes depois aplicadas sanções”, acrescentou. (jery)