Avariadas e algumas sem reparação, já faltam ambulâncias e viaturas multifunções nos municípios

by -68 views

Díli- Cerca de 38% das 167 ambulâncias e viaturas multifunções disponíveis em Timor-Leste estão avariadas, o que faz com que os municípios, sobretudo Lautém, sofram já com a falta destes veículos.

Segundo o Diretor Nacional do Serviço de Apoio Hospitalar e Emergência, Nílton da Silva, os hospitais de referência dispõem de 62 ambulâncias, 42 das quais operacionais. Entre as 20 avariadas, dez não serão reparadas.

Relativamente às 105 viaturas multifunções, 62 estão em condições e serão entregues aos serviços de saúde municipais, mas, entre as 43 com avarias, 15 não serão reparadas.

No total, não poderão ser reparadas cerca de 15% das ambulâncias e viaturas multifunções.

Segundo o responsável, Lautém é um dos municípios mais afetados, sentindo-se já a falta de ambulâncias.

“O município de Lautém enfrenta problemas, pois as ambulâncias estão em más condições. Tentámos, nos meses passados, enviar ambulâncias de outros municípios, mas também nesses municípios há problemas. Fizemos a reparação, mas estão velhas e, dois ou três dias depois, avariam de novo. Foi o que aconteceu em Lospalos”, explicou.

De acordo com Nílton da Silva, a Austrália apoiará o Governo timorense na reparação das viaturas até maio de 2021.

O diretor revelou, contudo, que estão disponíveis duas ambulâncias aéreas, que podem, em caso de emergência, transportar doentes dos municípios para o Hospital Nacional Guido Valadares, em Díli.

“Existem duas ambulâncias aéreas. Há duas semanas, uma delas foi reparada na Austrália e está de regresso”, concluiu. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.