Austrália dá prioridade a trabalhadores timorenses no país

by -48 views

Díli- O Embaixador australiano em Timor-Leste (TL), Peter Roberts, disse que a Austrália necessita de trabalhadores timorenses naquele país, sobretudo na área da agricultura.

 O diplomata referiu ainda que o seu país se compromete a dar prioridade aos timorenses no programa de trabalho sazonal.

“Cerca de 1.100 timorenses trabalham na Austrália. É um programa mutuamente benéfico. As empresas agrícolas australianas precisam de trabalhadores de Timor-Leste e os timorenses, por sua vez, ganham novas oportunidades, competências e rendimento”, disse o embaixador, esta quarta-feira (22/07), aos jornalistas, na sequência do seu encontro com o Secretário de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE), Alarico do Rosário, em Caicoli, Díli.

Já Alarico do Rosário confirmou as declarações de Peter Roberts, frisando que tinham falado sobre a vontade das duas nações vizinhas em continuar a fortalecer a cooperação no que toca aos trabalhadores timorenses na Austrália.

O governante garantiu ainda que o Executivo continua a procurar meios de modo a manter esta cooperação, visto que o desempenho dos timorenses naquele país é considerado “ótimo”, frisando que a Austrália precisa, atualmente, de 600 trabalhadores timorenses para a colheita de mangas.

Acrescentou ainda que, à chegada à Austrália, cada trabalhador deve pagar 2.500 dólares australianos para a quarentena, antes de iniciar o trabalho.

“Há um confinamento obrigatório custeado por cada trabalhador. Falámos também sobre a questão em causa e a forma de a solucionar. A SEFOPE deverá ponderar. Acho que o processo é longo. Contudo, devemos procurar meios para abordarmos a questão junto do Governo australiano para reduzir os gastos de quarentena”, concluiu.  (mj3)