Armindo Maia alerta que escolas não podem ficar à espera de máscaras do Estado para iniciar aulas

by -7 views

DÍLI – O Ministro da Educação, Juventude e Desporto (MEJD), Armindo Maia, disse que as escolas não podem ficar à espera que o Estado distribua máscaras para então iniciarem as atividades letivas.

“Planeamos distribuir máscaras, mas a prioridade é para as escolas situadas na fronteira”, disse Armindo Maia aos jornalistas, esta quarta-feira (13/01), no Parlamento Nacional.

O governante afirmou ainda que as máscaras disponíveis no ministério não são suficientes para os estabelecimentos de ensino no território.

“Temos por volta de 60 ou 70 mil máscaras nos armazéns e serão estas que distribuiremos pelas escolas. De acordo com o calendário escolar, as atividades letivas terão início a 18 de janeiro deste ano”, alertou.

O ministro acrescentou, por último, que as máscaras não são algo novo, tendo já sido distribuídas na primeira fase do estado de emergência.

“As escolas não podem esperar tudo do Estado. O Estado procurará soluções, mas as máscaras custam entre um e dois dólares americanos. Não podem esperar a ajuda do Estado para realizar uma atividade”, insistiu.

Jornalista Jaime Pires