Análises desmentem que arroz da Globus é de plástico

by -58 views

Díli – O assessor principal do Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI), Jacinto Rigoberto, revelou na quarta-feira (05/02) que os resultados das análises efetuadas ao arroz da marca Globus realizadas no laboratório internacional KIGMEX, no Vietname, deram negativo, o que desmente os rumores de que o produto seria de plástico.

Jacinto Rigoberto lembrou também que a divulgação dos resultados surge na sequência de informações difundidas nas redes sociais, em novembro de 2019, segundo as quais o arroz de marca Globus era feito com plástico. Após a divulgação, o Governo, segundo o assessor, prontificou-se a coordenar-se com a empresa Timor Food para efetuar o levantamento da amostra.

“O MTCI e a empresa Timor Food transportaram, em janeiro, uma amostra do arroz em causa para efetuar a realização de análises laboratoriais, no Vietname, por forma a conhecer os resultados. Caso as análises dessem positivo, o arroz estaria contaminado”, lembrou.

O assessor principal do MTCI pediu, por isso, a todos os consumidores em Timor-Leste que não tivessem receio de consumir o arroz da marca Globus, visto que o resultado deu negativo.

Também um dos representantes da Autoridade de Inspeção e Fiscalização da Atividade Económica, Sanitária e Alimentar (AIFAESA, IP), Domingos Nunes, pediu à população que depositasse confiança na empresa importadora de arroz de marca Globus, porque, de acordo com as operações de fiscalização da AIFAESA, os produtos da empresa são de qualidade.

O proprietário da empresa que comercializa o produto, a Timor Food, James Jong, agradeceu ao Governo timorense o apoio e pediu igualmente aos consumidores que depositassem total confiança na empresa no que diz respeito à importação de arroz no mercado timorense, que teve o seu início em 2000.

James Jong mostrou-se ainda descontente com a divulgação de informações falsas nas redes sociais, em novembro do ano passado.

O proprietário sublinhou que os resultados das análises, efetuadas num laboratório internacional, no Vietname, local onde é produzido o arroz, confirmam que o produto é de origem.

“É um desafio e tentámos ultrapassá-lo. Continuamos a pedir, por isso, a vossa cooperação, dando-nos confiança, pois eu próprio posso garantir-vos que o produto é de qualidade”, concluiu. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.