AMD pede que não se perturbe “tranquilidade pública” nas celebrações natalícias

by -60 views

DÍLI – O Presidente-Adjunto da Autoridade Municipal de Díli (AMD), António Moniz Clau, apelou àpopulação residente na capital que evitasse obstruir passeios, passagens e estradas com a montagem de presépios e a venda de produtos de forma a garantir a “tranquilidade pública, permitindo a circulação rodoviária durante a  época festiva do Natal e do Ano Novo.

Segundo António Moniz, a AMD está a colaborar com instituições relevantes, designadamente com a PNTL e as autoridades locais de Díli, no sentido de efetuarem o controlo das atividades levadas a cabo pelos moradores de cada bairro, atividades estas associadas às comemorações do período do Natal e do Ano Novo.

“Inúmeros jovens estão já envolvidos na montagem da estrutura de presépios. Valorizamos, com certeza, esta iniciativa, pois é uma forma de animar o público durante o período de Natal. Não autorizamos, contudo, que os presépios e árvores de natal sejam montados em cima dos passeios, perturbando a tranquilidade pública”, alertou o adjunto, esta terça-feira (01/12), aos jornalistas do Timor Post, na sede do Suco de Camea, no Posto Administrativo de Cristo-Rei, Díli.

O responsável sugeriu, de igual modo, à comunidade que realizasse somente atividades que tenham relevância para o Natal sem obstruir a mobilidade rodoviária.

“Se quiserem pôr música, será melhor pôr com ligação à época natalícia. Além disso, só o deverão fazer até a uma determinada hora do dia conforme sugere a Igreja Católica de Timor-Leste. Não aproveitem, pois, os presépios para consumirem bebidas alcoólicas”, sublinhou.

António Moniz insistiu na necessidade de garantir a tranquilidade durante o período festivo do Natal e do Ano Novo, alertando ainda todos os vendedores que não obstruíssem os passeios com a venda de artigos.

“Todos os anos, na véspera do Natal, os nossos comerciantes costumam vender os seus artigos, nomeadamente roupa e calçado, nos passeios das principais vias da cidade. É o caso da rua de Colmera. Compreendo que queiram obter rendimentos. Apesar disso, apelamos a todos que não o façam nos passeios ou em locais onde possam perturbar a circulação dos peões”, concluiu. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.