ALFELA regista mais de 500 mulheres e menores vítimas de violência em 2020

by -45 views

Díli- A organização da sociedade civil responsável em Timor-Leste pela Assistência Legal às Mulheres e Crianças (ALFELA, em tétum) registou 508 casos de violência em 2020.

Esta informação foi dada pelo Diretor-Executivo da ALFELA, Antonino Marques, na segunda-feira (11/01), ao Timor Post, no seu local de trabalho, em Vila Verde, Díli.

“Em 2020, a ALFELA deu assistência legal a 508 vítimas mulheres e menores”, afirmou.

 ALFELA tratou, em todo o território, de casos de violência doméstica, ofensas à integridade física simples, abuso e violação sexual, tentativas de homicídio, homicídio, ameaças e maus tratos.

Segundo o diretor, 20 casos ainda estão com a ALFELA, três foram resolvidos por mediação, 22 concluídos, 256 encaminhados para o Ministério Público, 132 para a polícia e 75 em julgamento nos tribunais de Díli, Baucau, Oé-Cusse e Suai.

O diretor acrescentou que, apesar de desconhecer o número exato, algumas utentes da ALFELA se encontram atualmente numa casa de abrigo na capital, garantindo que cabe à organização manter a assistência. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.